Ragdoll

Ragdoll

Ragdoll (foto: wikipedia)

História

O gato da raça Ragdoll foi batizado e criado pela criadora norte-americana polêmica Ann Baker, no início da década de 60. Ann acabou sendo conhecida por todos os criadores de gatos nos Estados Unidos devido a suas façanhas e seu tino de general com a raça.

A criadora então patenteou o nome Ragdoll passando a obrigar qualquer pessoa que criasse e comercializasse a raça a lhe pagar royalties.

Certamente uma grande jogada de marketing de Ann que afirmava que os gatos eram o resultado de uma engenharia genética do governo americano, que teria utilizado genes para fazê-la.

Apesar disto pouco tempo depois se soube que a raça foi desenvolvida por ela mesma a partir de uma gata que se chamava Josephine, que era bastante semelhante a um gato da raça Angorá e depois com a introdução de gatos com características do Sagrado da Birmânia teriam formado a raça. O reconhecimento da raça aconteceu apenas a partir de 1965 através de uma entidade de pequeno porte, a chamada National Cat Franciers Association (NCFA).

Bastante descontentes com suas atitudes, os criadores dissidentes liderados por Denny Dayton fundaram a Ragdoll Fanciers Club International (RFCI) foi então que no final da década de 60 teriam conseguido o reconhecimento da raça através de grandes entidades felinas como, por exemplo, a TICA.

Os animais aceitos foram então restritos a gatos que tivessem apenas olhos azuis e poucas cores. Foi então que curiosamente todos os gatos dos seguidores de Ann Baker que tinham a pelagem e cor de olhos do outro grupo não eram mais aceitos. Alguns criadores tinham gatos com as características dos gatos de Ann Baker, e estavam em sua entidade, estavam também na International Ragdoll Club Association (IRCA), há alguns anos se desligaram do grupo e conseguiram reconhecer os gatos como outra raça que teria o seu nome chamado de Raggamuffin.

Características físicas

Como um padrão da raça o Ragdoll ideal deverá ser considerado grande e pesado. A sua completa maturidade da cor não é atingida até seus três anos de idade e o peso bem como seu tamanho completo também não costumam se definir antes dos quatro anos. O Ragdoll deverá ser firme e musculoso, sem ter gorduras pelo corpo, exceto na área do baixo abdome. As fêmeas poderão ser consideravelmente menores do que os machos, e podem ser facilmente reconhecidas até mesmo nas ninhadas.

Sua cabeça deverá ser de tamanho médio, larga contando com uma cunha modificada, de superfície plana na área entre as suas orelhas. Seu perfil deverá apresentar um stop delicado, um focinho redondo com um comprimento médio, o queixo deverá ser bem desenvolvido, seus olhos levemente ovais apesar disto não podem ser orientais, grandes e também sempre em cor azul.

Seu pescoço deverá ser curto, pesado e forte. Seu corpo deve contar com um porte grande além de ter um corpo longo e substancial, com peito cheio, omoplatas largas e ainda quadris que sejam levemente mais altos do que seus ombros. Sua estrutura óssea deverá ser forte e substancial. Devendo ainda contar com uma almofada de gordura no baixo abdome, suas pernas devem ter comprimento médio, seus pés redondos, grandes e tufados. A cauda do Ragdoll costuma ser longa do mesmo comprimento de seu corpo. Ao pegar um Ragdoll no colo seu peso poderá parecer surpreendente.

Sua pelagem costuma permanecer junto ao corpo, dando a impressão de quebrar quando o gato se move. Seu manto é mais comprido em volta do seu pescoço e nas extremidades de sua cabeça, dando assim uma aparência de um babador.

Comportamento

É um gato bastante quieto e gentil, e uma vez que escolha seu dono, deverá o acompanhar pela sua vida inteira. São gatos inteiramente caseiros e por sua docilidade, são muito indefesos quando estão livres, por este motivo são gatos que vivem bem em ambiente interno. Se possível vivem bem ao ar livre desde que seja um ambiente totalmente isolado, como por exemplo, um jardim fechado. Seu temperamento costuma ser tranquilo, e são bastante fiéis aos donos. Possuem uma moderada necessidade de atividades físicas, sendo que é muito mais sedentário do que raças que sejam menores.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta