Munchkin

Munchkin

Munchkin

História

Nos anos 30 já haviam relatos de gatos com patas curtas, prováveis ancestrais do Munchkin.

Em 1944, houve um relato no jornal inglês de veterinária, sobre gatos com patas curtíssimas.

Em 1983, uma professora de música chamada Sandra Hochenedel, achou dois gatos escondidos dentro da caçamba de um caminhão, após serem perseguidos por cães da vizinhança. Ela resgatou os gatos e levou para casa. As duas eram fêmeas, estavam prenhas, e tinha uma particularidade impressionante: as patas curtas, como as do cão basset. Ela ficou com uma gata, de cor preta, e deu lhe o nome de Blackberry. Esta gata foi a base para os Munchkin atuais.

A associação internacional de gatos (TICA) aceitou o Munchkin como raça, em seu programa New Breed, em setembro de 1994.

Características físicas

Corpo de tamanho médio a pequeno,patas extremamente curtas, pesam entre três e seis kg.

Possuem pelagem curta ou longa, todas as cores aceitas.

Cabeça triangular, com contornos arredondados.

Olhos grandes, em formato de noz. Espaçados, sem relação de cor entre os olhos e a pelagem.

A coluna vertebral dos Munchkin possui estrutura biológica diferente dos cães basset. Não tendo as doenças comuns em cães, como a compressão nervosa por vértebras.

Comportamento

Sociais, brincalhões, adoram correr e adoram brinquedos como bolinhas e bichinhos de borracha.

São extremamente curiosos, e lembrando um coelho, sentam sobre as patinhas traseiras, para melhorarem seu ângulo de visão.

Não saltam tão alto, mas são inteligentes para achar sempre o melhor caminho.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta