Maine Coon

Maine Coon

Maine Coon

História

Embora as origens exatas do Maine Coon e data de apresentação para os Estados Unidos sejam desconhecidas, muitas teorias foram propostas. No final do século 19, sua existência ficou ameaçada quando raças de pêlo longo do exterior foram introduzidas no início do século 20. O Maine Coon, desde então, retornou e é agora uma das raças de gatos mais populares do mundo.

Nos séculos 16 e 17, gatos domésticos trazidos da Europa confrontaram os invernos severos da Nova Inglaterra3 onde, por seleção natural, apenas os gatos mais fortes e adaptáveis sobreviveram. Desta forma, o Maine Coon desenvolveu-se um gato grande e rústico, com uma pelagem grossa e resistente a água, bem com uma constituição forte.

A origem da raça e seu nome tem várias, por vezes fantásticas, histórias explicativas. Uma delas conta que um gato doméstico solto nas florestas do Maine cruzou-se com um guaxinim,3 resultando em uma ninhada com as características do Maine Coon. Apesar de isto ser biologicamente impossível, esta história, alimentada pela cauda cheia e a coloração similar a do guaxinim, pode ter levado a adoção do nome ‘Maine Coon’. Outra história é o gato ter ganho tal nome em homenagem a um capitão de navio chamado Coon que teria sido o responsável pela chegada do mesmo ao litoral do Maine.

Apesar de tais histórias, a maioria dos criadores hoje em dia acredita que a raça tenha se originado em cruzamentos entre gatos de pelo curto nativos e europeus de pelo longo, provavelmente Angorás.

Características físicas

Maine Coons são uma das maiores raças de gato doméstico. Os machos pesam de 6 a 11 kg com fêmeas pesando de 4,5 a 6,8 kg. A altura de adultos pode variar entre 25 e 41 cm e atingir um comprimento de até 100 cm, incluindo a cauda, que por sua vez atinge um comprimento de 36 cm e é longa, afunilada e com muito pêlo, quase semelhante a uma cauda de guaxinim. O corpo é sólido e musculoso, é necessário para suportar seu próprio peso, e o peito é amplo. Maine Coons possuem uma forma do corpo retangular e demoram a amadurecer fisicamente; seu tamanho total potencial normalmente não é alcançado até que eles tenham de três a cinco anos de idade, enquanto outros gatos levam cerca de apenas um ano.

Originalmente um gato de trabalho, o Maine Coon é resistente, rústico, capaz de suportar fortes condições climáticas. Seu pêlo é macio e seu corpo muito bem proporcionado, de aparência retangular e balanceada, sem partes exageradas em tamanho. É musculoso, de tamanho médio para grande. As fêmeas geralmente são menores que os machos.

Os olhos são grandes e expressivos de cor verde ou dourada, além de possuir uma pelagem densa. O padrão mais comum de cores é o marrom (Castanho em Portugal), com marcações do tipo Tabby, mas a raça é reconhecida em todas as cores, com exceção de chocolate, lavanda, pontilhado e o padrão siamês. Com a cabeça grande, mas pequena para o tamanho do corpo, orelhas para cima cheias de pêlos, corpo comprido e cauda ereta, proporcional ao tamanho do corpo.

A pelagem é macia e sedosa, embora a textura possa variar de acordo com a cor. O comprimento é curto sobre a cabeça e ombros, e mais longo na região do estômago e nas laterais. Alguns gatos tem uma juba de leão em torno do pescoço. A pelagem é sujeita a variações sazonais, com a pele sendo mais espessa durante o inverno e mais finos durante o verão. Maine Coons, devido ao seu grande tamanho, têm garras maiores que as outras raças.

Comportamento

O Maine Coon é extremamente dócil, meigo e companheiro, dando-se bem com outros gatos e outros animais de estimação, como o cão. É um gato de fácil adaptação, e essencialmente muito amigável. Carente de cuidados e atenção, necessita sempre de companhia. Seu miado é um dos mais curiosos, por ser semelhante a um grilo.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta