Lulu da Pomerânia

Lulu da Pomerânia

Lulu da Pomerânia

Origem: Alemanha. A figura do Lulu da Pomerânia foi encontrada nas pinturas de vasos gregos e egípcios e em sarcófagos destes povos.

Acredita-se que são descendentes dos cães de puxar trenó, originários da Islândia e Lapônia. Eles foram introduzidos na Inglaterra pela rainha Vitória, no começo do século 19, vindos da região da Pomerânia, na Alemanha, onde eles alcançaram o tamanho atual.

Porte: Miniatura

Características: Compacto e muito pequeno, o Lulu da Pomerânia descende dos Spitz Alemães, mas é menor do que eles e também é conhecido por Spitz Alemão Anão.

Este cão possui um corpo bem feito e sua cabeça e focinho lembram os da raposa. A pelagem é abundante, com pêlos compridos e lisos, de textura forte e subpêlo suave.

Sua altura alcança no máximo 28 cm e seu peso varia entre 3,5 kg e 6,5 kg. Para muitos criadores, ele parece uma bola de pêlo, fofinha.

Esse cão é encontrado nas cores preto, marrom, chocolate, castanho, laranja, creme, areia-laranja, azul, branco e particolor.

Durante algum tempo, o branco foi a cor favorita, mas atualmente a preferência recai sobre laranja e areia. Cães semelhantes foram usados como pastores no mundo todo e não só na Alemanha.

Esses antepassados obviamente eram maiores, do tamanho do Keeshond. Os primeiros Spitz eram utilizados como condutores de gado, por seu porte grande e pesado.

Mas na Inglaterra foram criados exemplares menores e mais leves. Quando chegou à Inglaterra, não foi bem recebido, sendo considerado como estrangeiro com pelagem feia.

Os primeiros criadores fizeram um grande esforço para melhorar o pêlo. Atualmente, o cão precisa ser exercitado com pequenos passeios, banhos de sol e acostumá-lo a horários regulares de refeição.

Uma das características do Spitz Alemão é a ausência de cheiro e cera nos ouvidos. Caso venha a ter cerosidade, deve-se procurar um veterinário.

Esta raça come pouco, mas deve ingerir basicamente ração de primeiríssima linha, à base de carne branca.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta