Fox Paulistinha

Fox Paulistinha

Fox Paulistinha (foto smalldogsbreeddb.com)

Origem: Brasil. Fox Paulistinha e Fila ocupam o posto de únicas raças brasileiras reconhecidas mundialmente.

No caso do Paulistinha, seus ancestrais provavelmente chegaram ao Brasil entre 1800 e o começo do século 20 trazidos por jovens brasileiros que foram estudar na Europa.

Os cães foram levados para as fazendas, onde eram usados na caça e no pastoreio, e acabaram cruzando com outras raças daqui. Em poucas gerações o Fox Paulistinha já havia adquirido a aparência de hoje.

Entre seus ancestrais está seguramente o Jack Russell Terrier. O primeiro padrão da raça foi estabelecido em 1964.

Em 1995 o Fox Paulistinha foi reconhecido provisoriamente pela Federação Cinólógica Internacional (FCI). Em 2005 esta raça pode receber o registro definitivo.

Porte: Médio

Características: Conhecido como “brasileirinho”, por ser uma raça de origem brasileira, o Fox Paulistinha é um ótimo caçador de aves, guardador de rebanhos e, principalmente, de alarme.

Muito eclético, esse pequeno cão também é utilizado em provas caninas de obstáculos (“agility”), em que o animal deve correr e pular barreiras, obedecendo sempre ao comando do dono.

Ele é leve e ágil e tem uma saúde de ferro. O único cuidado que os criadores devem ter em relação à raça é com as orelhas, que devem ser sempre dobradas e voltadas para o canto externo do olho.

Não adianta colocar esparadrapo na orelha para ela ficar de pé, como muitos acreditam funcionar. Isso só prejudica o animal.

Quem tem um Fox Paulistinha sabe que ele é melhor do que qualquer boa campainha do mercado. Quando alguém se aproxima da porta da casa, ele é o primeiro a latir, anunciando a chegada do visitante.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta