Angorá

História

Angorá

Angorá (foto: wikipedia)

A raça Angorá é uma das raças mais antigas e naturais, tendo surgido na região de Ancara, na Turquia.

Estes gatos são conhecidos na Europa desde o início do século XVII. Após o período Vitoriano, quase desapareceram.

A raça de hoje trata-se de uma recriação artificial que trouxe grandes melhorias para a pelagem do animal, e também aumentou a variedade de cores.

Nas histórias em quadrinhos da Turma da Mônica, Mingau, o gato de estimação da personagem Magali, é um típico da linhagem angorá.

Características físicas

O branco e o laranja com dois tons têm sido tradicionalmente a cor mais representativa dos Angorás turcos. Foi a única cor aceita no início.

Porém, atualmente, todas as cores são aceitas com exceção daquelas que demonstram um eventual cruzamento com gatos siameses.

Alguns possuem olhos de cores diferentes: um azul, outro verde, por exemplo.

Tamanho médio, olhos grandes, nariz nem tão grande.

Há dois tipos diferentes de pelagem: a curta e a comprida.

Comportamento

O gato angorá é brincalhão, dócil e amistoso. É um gato bastante ativo durante a sua vida.

Gostam de escalar para pontos altos a partir de onde observam os seus donos.

Ele é muito apegado a o seu dono, o seu comportamento parece com o de um cão.

São animais carinhosos e inteligentes, mas não é fácil conseguir um exemplar, uma vez que suas ninhadas são muito pequenas.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta